O Instituto

Ideário do ICF, “melhor dizendo: quais são os nossos valores?”

Levy 2006 Q ed

O Instituto Cultural Freud foi criado para proporcionar um lugar com “autonomia e independência”. Seu objetivo é o estudo e a investigação da teoria psicanalítica, de forma integrada à prática terapêutica e também associada ao intercâmbio com outras formas de intervenção voltadas para o bem estar do homem. Um entendimento básico é de que a práxis psicanalítica constata que “cada ser é único” e o inconsciente é, por definição, desconhecido e atemporal. Assim, cada conjunto teórico só é válido para aquele determinado indivíduo e, mesmo assim, da forma produzida por aquele autor. As “escolas” que se formam em decorrência dessas teorias tendem a enclausurar o processo de investigação, não sendo incomum a produção de estados sectários que disputam “o” saber. Considerando a psicanálise como definida por Freud – um método de investigação do inconsciente – entendemos que a nossa atenção deva convergir para “o estudo e a investigação crítica do método de investigação do inconsciente, juntamente com a ética, e de forma integrada à prática terapêutica”. Nessa situação, ética é entendida como o reconhecimento da existência do “outro” e, consequentemente, do respeito e da não utilização do “outro” como objeto ou instrumento a nosso serviço. Os diversos procedimentos do ICF são norteados por constante revisão, atualização e, subsequente validação das ideias que o constituem e fundamentam.

Voltar para o topo!